g2h

level

segunda-feira, 26 de abril de 2010

idoso risco de quedas

Risco de quedas no ambiente físico domiciliar de idosos

Resumo

Meira, Edméia Campos, Reis, Luciana Araújo dos, Mello, Insana Teixeira et al. Risco de quedas no ambiente físico domiciliar de idosos. Textos sobre Envelhecimento, 2005, vol.8 no.3. ISSN 1517-5928

RESUMO O estudo, de natureza exploratório-descritiva, objetivou conhecer os fatores de risco para quedas em dez idosos com seqüelas de acidente vascular encefálico (AVE), inscritos no projeto Núcleo de Atenção à Saúde no Envelhecimento (NASEN/UESB) e residentes no bairro do Inocoop, no Município de Jequié, Bahia. Com base nas informações obtidas, podemos constatar que 50% residem em ruas levemente inclinadas; que em 60% das residências, ao freqüentar a sala e a cozinha, o idoso encontra dificuldades com mobiliários ou objetos; em 70% os dormitórios possuem pouca área circulante, devido à arrumação imprópria de móveis e objetos pessoais. Quanto à iluminação durante o dia e à noite, os cômodos que apresentam deficiências são corredores, sala, dormitório e cozinha. Podemos constatar que o ambiente físico domiciliar desses idosos constitui risco de quedas, por ser inadequado às necessidades de saúde/doença destes. É de fundamental importância a realização de adaptações ambientais, por meio da eliminação e/ou minimização de barreiras arquitetônicas


fonte: http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/25682

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge